Cabine de desinfecção no trabalho: mais segurança para os funcionários

20/05/2020

Cabine de desinfecção

[Tempo de Leitura: 3min]

A cabine de desinfecção tem se tornado uma alternativa eficiente adotada pelas empresas, como forma de assegurar a saúde dos funcionários durante a pandemia provocada pelo coronavírus.

De fácil instalação, a cabine de desinfecção possui pequenas saídas (bicos nebulizadores) que disparam jatos de uma substância que higieniza roupas, sapatos e acessórios em apenas dez segundos.

Feito o processo, o funcionário tem até três horas de proteção para realizar suas atividades laborais. A cabine é uma excelente opção para atividades em que o home office não é possível.

 

Cabine de desinfecção auxilia quem não pode cumprir o isolamento social

Muitas empresas abraçaram o home office como forma de manter as atividades, sem ter que quebrar o isolamento social orientado pela Ministério da Saúde. Porém, além das pessoas que atuam nos serviços essenciais, existem algumas áreas que não podem trabalhar remotamente.

É o caso das empresas de logística e telemarketing, principalmente as que prestam serviços para instituições bancárias. Por trabalharem com dados sigilosos em sistemas bastante específicos, a proteção das informações dos usuários contatados pelos operadores não podem ser acessados de qualquer máquina.

Só a distribuição de máscaras e de álcool gel e o fácil acesso a pias para higienização das mãos com água e sabão podem não ser suficientes para deixar os trabalhadores seguros fora de suas casas. Por isso, as empresas precisaram buscar mais alternativas para não interromperem de vez as suas atividades.

Sabendo das necessidades dos empresários, a WAPS Solutions, que já é conhecida no mercado por vender e alugar notebooks, desktops, tablets, impressoras e smartphones, firmou uma parceria importante para oferecer aos seus clientes a cabine de desinfecção.

 

Como funciona a cabine de desinfecção?

Desmontável e fácil de ser transportada, a cabine de desinfecção corporal é composta por tubos de encaixe e um sistema lonado, por onde, internamente, estão instalados os canais dos bicos nebulizadores que disparam a substância higienizadora.

Os cabos dos bicos nebulizadores são conectados a uma maleta operacional, que contém uma bomba e os controles para o funcionamento da cabine. O sistema funciona conectado à uma tomada de 110 ou 220 volts.

O produto químico disparado na cabine é uma solução à base de Cloreto de Benzalcônio, um quaternário amônio de 5ª geração, com poder de esterilização de bactérias, vírus e fungos, mas sem risco de agressão ao ser humano.

O produto, que conta na lista de compostos da Organização Mundial de Saúde (OMS) e re­gis­trado na Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), deve ser misturado na proporção 1 litro para cada 200ml de água. Nessa dosagem não há riscos para o ser humano.

A cabine de desinfecção possui sensor de presença. Ao entrar, uma luz vermelha se acende e o jato com a substância química é disparado por 10 segundos na pessoa, sem danificar materiais ou tecidos.

Ao final do processo a luz vermelha fica verde e a pessoa já pode sair. O efeito do produto dura cerca de três horas.

Se você busca diferentes soluções para ajudar seus funcionários a se proteger contra o coronavírus, venha conversar com a WAPS Solutions.

Vale lembrar que a empresa conta ainda com parceiros para assessoria jurídica, medicina ocupacional e de mobiliário para home office.

Para saber mais, entre em contato pelo telefone (11) 4385-6231 ou preencha nosso formulário de contato.

Open chat